Celesc abre licitação para construção de subestação

Empreendimento será capaz de atender a 12 mil unidades consumidoras e tem investimentos estimados em R$ 11,5 milhões

A Celesc autorizou nessa quarta-feira, 27 de maio, a abertura do processo de licitação para contratação da empresa responsável pela construção da subestação Barra Velha Sertãozinho, de tensão primária em 138 mil Volts e com um transformador de potência de 26,6 MVA, capaz de atender 12 mil Unidades Consumidoras. Os investimentos são estimados em R$ 11,5 milhões.

O projeto prevê a implementação de três novos alimentadores, responsáveis pelo atendimento de seis bairros e todo o município de São João do Itaperiú. De acordo com o gerente do Núcleo Leste, Pedro Molleri, o ativo ampliará a disponibilidade de energia da SE Piçarras em 27%, expandindo em 12 mil UCs, além das 62 mil atendidas atualmente.

“É uma obra bastante esperada por nós e por toda a região porque além de Barra Velha, também irá beneficiar os municípios de Balneário Piçarras e Penha”, comenta, indicando que o início dos trabalhos está previsto para o segundo semestre deste ano, e a finalização para 2021.

Molleri afirma que o novo empreendimento contará com tecnologia de ponta, permitindo que sua operacionalização ocorra de forma remota a partir das Centrais de Itajaí e Florianópolis, e integrada ao Sistema Digital de Supervisão e Controle da concessionária.