AES Tietê é certificada pela segunda vez para emissão de green bonds

Em 2019 a geradora foi a primeira a emitir esses títulos para um projeto solar no Brasil com captação de R$ 820 milhões

A AES Tietê reafirmou a certificação de green bonds em 2020 através de chancela da Climate Bonds Initiative (CBI), organização internacional que fomenta o mercado de títulos para investimentos em soluções sobre mudanças climáticas, tendo desempenho socioambiental avaliado pela SITAWI Finanças do Bem e verificação da VigeoEiris. Com isso, a companhia conquista pelo segundo ano consecutivo esta certificação.
As debêntures verdes são títulos de dívida cujos recursos são direcionados ao financiamento de projetos ligados à sustentabilidade, como projetos de infraestrutura de energia renovável, que trazem benefícios ao meio ambiente e contribuem para amenizar os efeitos das mudanças climáticas e utilização de recursos naturais, entre eles a redução de emissões.
Ainda no ano passado a geradora foi a primeira empresa brasileira a emitir essa modalidade de títulos para projeto solar no Brasil, que resultou na captação de R$ 820 milhões cujos recursos foram destinados à construção das usinas solares de Guaimbê e Ouroeste, sendo os primeiros grandes investimentos em energia solar no estado de São Paulo.