Comércio aquece consumo no ACL em maio

Geração renovável destinada ao ACL cresceu 68% nos últimos 12 meses

A Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel) destaca que 18 estados brasileiros registraram crescimento na participação de consumo no mercado livre em maio. O maior aumento aconteceu no Mato Grosso do Sul, que teve um aumento percentual de 44%, seguido do Rio Grande do Norte com 30%, e Mato Grosso com 29%. Apenas dois estados registraram quedas – Espírito Santo e Pará – e outros sete se mantiveram estáveis na comparação com o mês anterior.

“Em abril, por conta de pandemia, a participação nos estados teve uma queda. Porém, a reabertura do comércio não essencial e algumas indústrias em maio, reaqueceu o consumo de energia e trouxe uma recuperação mais rápida para o mercado livre”, explica o presidente da Abraceel, Reginaldo Medeiros, em nota à imprensa nesta sexta-feira, 31 de julho.

Em maio, a quantidade total de energia consumida no mercado livre representou 31% do total no país, sendo que 85% da classe industrial é de energia livre. Neste mês, o volume transacionado no ACL foi de 81.484 MW med, o que corresponde a 62% do total transacionado em todo o país – um aumento percentual de 4,8% em relação ao registrado em abril.

A Abraceel aponta que a geração de energia renovável destinada ao ambiente de contratação livre cresceu 68% nos últimos 12 meses. O consumo no mercado livre de fontes como eólica, biomassa, PCH e solar foi de 30% em maio, um aumento percentual de 15% em relação a abril.