Consumo no ACL sobe 4% na primeira semana de agosto, afirma CCEE

Consumo no SIN teve queda de 1,3% na comparação com o mesmo mês em 2019

O consumo de energia no ambiente de contratação livre avançou 4% na primeira semana de agosto em relação ao mesmo período do ano passado, segundo estudo da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), que apontou queda de 4% na mesma base de comparação para o mercado regulado, fazendo com que a retração no Sistema Interligado Nacional (SIN) ficasse em 1,3%.

A entidade lembra que a primeira semana do mês possui historicamente índices de coleta mais baixos e que os percentuais não consideram também os expurgos de migrações entre os ambientes, nem calcula os dados de Roraima, único estado não interligado ao SIN.

Nos ramos de atividade, ao expurgar os efeitos de migrações para o mercado livre, os setores com as quedas mais expressivas foram os de serviços (-22%), veículos (-14%) e transporte (-13%). O segmento têxtil, que chegou a ter quedas de dois dígitos de consumo, fechou a primeira semana do mês com retração de 4%. Cinco setores apresentaram alta na comparação anual: bebidas (12%), minerais não-metálicos (8%), saneamento (5%), alimentícios (4%) e metalurgia (3%).

A análise regional mostra nove estados com elevação na demanda, com o maior percentual sendo verificado no Acre (19%). Já Santa Catarina, Minas Gerais e Alagoas apresentaram estabilidade. Na outra ponta do ranking, o Rio Grande do Sul apresentou retração expressiva, de 14%, impactado pelo alto volume de dados faltantes.