Evoltz investe para retorno seguro dos funcionários a escritórios

Na GNA, empresa criou campanhas para home office e apoio ao funcionário durante a pandemia

A Evoltz se preparou nos últimos dois meses para receber de volta seus quase 100 funcionários nos escritórios do Rio de Janeiro (RJ) e de Brasília (DF). A transmissora investiu para a volta quase R$ 2 milhões em readequação do ambiente de trabalho, além de outras iniciativas. Na volta programada para o começo de setembro, os funcionários terão um espaço repaginado para esse novo momento. A empresa fez ajustes no layout de seus escritórios para ampliar os ambientes de trabalho, garantindo espaçamento de 1,5m entre as estações. Também foram instaladas divisórias de acrílico e disponibilizados kits com álcool em gel, luvas, máscaras e ferramenta anti-contato, além da distribuição de cartilha com diretrizes para um convívio seguro e saudável no escritório. O aporte também foi dedicado a incluir mais tecnologia nos ambientes, como leitura de ponto via aplicativo de celular digital e leitura facial para entrada na empresa, tudo para diminuir o contato dos funcionários com superfícies compartilhadas.

De acordo com João Nogueira Batista, CEO da Evoltz, a readequação foi necessária devido a pandemia, mas também por conta do crescimento da empresa e de ajustes operacionais. A Evoltz teve um crescimento de 37% no quadro de funcionários durante os últimos cinco meses e precisou reestruturar seu espaço para receber todos com segurança. O aporte também incluiu a contratação de técnica de enfermagem terceirizada que acompanhará os funcionários ao longo dos primeiros meses de retorno.

A Evoltz também investiu em um curso EAD para todos os funcionários, com o objetivo de reforçar as medidas de proteção e conscientizá-los a utilizar práticas seguras no dia a dia. Outro investimento importante se deu na compra de testes para detecção da Covid-19 que serão feitos ao longo dos meses de setembro, outubro e novembro. A prática pode ser estendida por mais meses de acordo com a necessidade. Para que os funcionários tenham segurança no trajeto até o escritório, a Evoltz vai disponibilizar ainda vouchers de táxi durante dois meses de modo a tranquilizar o funcionário para que ele se sinta seguro em voltar ao escritório.

A GNA, que constrói usinas termelétricas no Porto do Açu, no Rio de Janeiro, lançou a campanha “Tá Tudo Bem” para seus colaboradores. A iniciativa faz parte das ações que a empresa vem desenvolvendo para trazer bem estar e tranquilidade aos funcionários em um momento de incertezas. Durante esse período, os colaboradores receberam uma série de e-mails marketing retratando com bom humor situações corriqueiras do home office. Com tom leve, a campanha explora o “Tá Tudo Bem” em várias situações: se a criança aparecer no vídeo chamada; queda da conexão durante reunião; pedir para remarcar uma reunião no horário de almoço, entre outras. Segundo a head de RH da GNA, Angela Serpa, a campanha é para mostrar empatia e reforçar que casos como esses são completamente aceitáveis e que o espaço de diálogo está sempre aberto.

A empresa também manteve alguns eventos com objetivo de dar mais leveza à nova rotina de trabalho. O “Encontro com a Diretoria” e “Aniversariantes do Mês” continuaram acontecendo virtualmente. A GNA também já realizou alguns Happy Hours e agora criou uma Gincana Online, onde os funcionários vão se dividir em grupos e disputar um prêmio final. A ideia do jogo veio após os resultados da pesquisa interna mostrarem que os colaboradores sentiam falta de uma maior interação fora do horário de trabalho. Está sendo oferecido um Programa de Apoio Pessoal, que disponibiliza orientação psicológica, financeira e jurídica, de forma 100% gratuita, além de Canais de Atendimento Médico em caso de suspeita de Covid-19.

A GNA permitiu que os colaboradores levassem para casa materiais de escritório necessários para desempenhar seus trabalhos: cadeiras giratórias, segunda tela, teclado e mouse. A ação abrangeu também os estagiários e funcionários terceirizados. Para garantir a segurança dos funcionários, a entrega desses equipamentos foi feita num esquema drive-thru e os que moravam longe ou que não possuem carros receberam esses equipamentos em casa. A ação foi acompanhada por uma campanha de ergonomia, visando dar orientações sobre a postura e posicionamento correto dos materiais de escritório, de forma a prevenir possíveis danos à saúde. Também foi feita a troca dos valores entre o vale-refeição e o vale-alimentação, além de testagem rápida contra a Covid-19 e vacina em domicílio da gripe e tríplice viral para colaboradores e seus dependentes no plano de saúde.