Voltalia tem eólica no RN enquadrada no Reidi

MME aprovou usina de 27,7 MW e com R$ 120 milhões em investimentos da companhia, além de CGH de R$ 8,3 milhões no Rio Grande do Sul

O Ministério de Minas e Energia enquadrou nesta quarta-feira, 23 de setembro, a implementação da central eólica Toda Energia do Brasil junto ao Regime Especial de Incentivos ao Desenvolvimento da Infraestrutura (Reidi). A usina prevê oito turbinas e 27,7 MW de potência instalada no município de Areia Branca (RN).

Com a aprovação, a Voltalia, titular do empreendimento, obtém uma economia de aproximadamente R$ 12,2 milhões com os encargos PIS/PASEP e Confins, ficando definido o investimento R$ 120 milhões para as obras, que devem iniciar no próximo mês e ir até abril de 2021, conforme o cronograma do projeto.

Nos mesmos moldes, o MME também aprovou o projeto de construção da CGH Iberah, envolvendo duas unidades geradoras e 1,4 MW no total de capacidade instalada entre os municípios gaúchos de Ajuricaba e Condor. O ativo irá angariar R$ 8,3 milhões em recursos e tem prazo de execução de junho deste ano até o mesmo mês de 2022.