Energia sobe e contribui para IPCA de 0,64% em setembro

Variações no item energia envolveram desde a queda de 1,76% em Belo Horizonte até alta de 3,41% em Campo Grande, onde a alíquota de PIS/COFINS subiu

Uma ligeira alta de 0,07% no item energia elétrica contribuiu para a variação de 0,37% do Grupo Habitação no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de setembro, que subiu 0,64%, ficando 0,4% acima dos 0,24% de agosto, sendo esse o maior resultado para um mês de setembro desde 2003. No ano, o indicador mostra alta de 1,34% e de 3,14% nos 12 meses, acima dos 2,44% observados no período anterior.

As variações no item energia envolveram desde a queda de 1,76% em Belo Horizonte até a alta de 3,41% em Campo Grande, onde a alíquota de PIS/COFINS aumentou. Destacaram-se ainda os reajustes de 5,93% em Vitória (0,40%) e de 2,86% em Belém (-0,09%), ambos vigentes desde 7 de agosto. Em São Luís (-0,72%), houve redução de 0,31% nas tarifas, desde 28 de agosto.