Banco do Brasil inaugura GD solar no Pará

Usina construída pela Fazsol Energias Renováveis abastecerá 35 agências do estado e prevê economia de R$ 17 milhões nos próximos 15 anos

O Banco do Brasil (BB) inaugurou nesta quinta-feira, 15 de outubro, sua segunda usina de energia fotovoltaica no Brasil. Com capacidade instalada de 1 MW, o empreendimento localizado em uma área de 20 mil m² no município de São Domingos do Araguaia (PA) visa garantir o fornecimento energético para 35 agências do banco no estado, estimando uma redução aproximada de 45% na conta de luz, o que representará R$ 17 milhões ao longo de 15 anos.

Construída pelo consórcio formado por Fazsol Energias Renováveis, Espaço Y Engenharia Empreendimentos S/A e Shizen Energia do Brasil, a UFV foi concebida para atuar na modalidade geração distribuída. Denominada Lindoia I, a planta abriga mais de quatro mil módulos ou painéis solares, com capacidade de geração de 2 GWh ao ano.

Além dos empregos gerados, maior arrecadação de tributos no município e melhoria da rede de energia na região, a iniciativa contribuirá também com a comunidade local, com a Fazsol implementando uma solução fotovoltaica para um Posto de Saúde na cidade, o que será definido ainda em conjunto com a prefeitura local.

A outra UFV do banco está localizada em Porteirinha (MG), com 19 mil painéis garantindo o fornecimento de energia para 100 agências no estado mineiro. Desde o início das operações, a usina gerou um total de 995 MWh, o suficiente para abastecer 400 residências com consumo médio mensal de 2.400 kWh no mesmo período.

O BB ainda anunciou que possui outros cinco empreendimentos do tipo em construção, localizados em Minas Gerais, Goiás, Bahia, Ceará e Distrito Federal. A expectativa é de que todos estejam em operação no final de 2021, somando uma capacidade de 42 GWh de energia por ano com as outras duas usinas.