Aneel suspende aerogerador em Pernambuco

Unidade da Echoenergia sofreu incêndio no dia 21 de agosto e deve retornar ao sistema apenas em 2021

A superintendência de fiscalização dos serviços de geração da Aneel decidiu suspender a partir dessa segunda-feira, 26 de outubro, a operação comercial da turbina nº 14, de 1,8 MW de potência na central eólica Ventos de São Clemente 6 (26 MW), localizada no município de Caetés (PE) e outorgada à Ventos de São Clemente VI Energias Renováveis, uma subsidiária da Echoenergia, que no dia 21 de agosto comunicou ao regulador sobre uma ocorrência na unidade.

A companhia informou sobre “um acidente durante atividade de manutenção em painéis localizados na base do aerogerador, que originou um incêndio na unidade e o ferimento de um funcionário terceirizado”. No processo, atribuiu a causa ao desligamento do circuito 12, devido a atuação da função de proteção de sobrecorrente de sequência negativa (46) e consequente abertura automática do disjuntor 29P5-2.

Por fim, a Echoenergia afirmou que a extensão dos danos não foi tão grande quanto esperado inicialmente, e que as peças necessárias para reparos têm disponibilidade nacional, não sendo necessária importação. Já a retomada da operação deve acontecer até janeiro do ano que vem, conforme cronograma apresentado. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União, por meio do Despacho nº 3.051.