Cepel fecha contrato internacional para venda de soluções tecnológicas

Acordo de seis anos com a Cutsforth prevê o fornecimento da licença API para monitoramento da rede de alta tensão e integração com software da empresa

O Cepel fechou um contrato de seis anos com a Cutsforth para fornecer a licença para interface de programação de aplicativos (API) destinado ao monitoramento de descargas parciais e para integração com software desenvolvidos pela empresa americana , que se comprometerá em adquirir 20 licenças da API e a comercializar as soluções integradas. A parceria poderá ainda significar a venda de dezenas de licenças da API a cada ano, um negócio que tem potencial para gerar, anualmente, uma receita entre R$ 340 mil e R$ 700 mil, ao câmbio atual.

A API foi desenvolvida pelo Centro como parte do sistema IMA-DP (Instrumentação para Monitoramento e Análise de Descargas Parciais) e constitui tecnologia inovadora para monitorar o desempenho de equipamentos de alta tensão em operação. A solução inclusive já obteve reconhecimento internacional ao ser premiada no concurso de inovação tecnológica Global Engineering Impact Awards, promovido pela National Instruments.

Segundo o pesquisador André Tomaz, a integração da API com o software americano pode resultar em uma “solução embarcada” em sistemas da National Instruments para o monitoramento e o diagnóstico preditivo de sistemas isolantes em geradores e grandes motores industriais, possuindo eficácia comprovada repetidas vezes por empresas do SEB, além de um custo significativamente reduzido em relação aos sistemas tradicionalmente empregados.