Neoenergia divulga ações sociais na Paraíba

Investimentos em energia solar e eólica promovem desenvolvimento social às comunidades beneficiadas pela construção do Complexo Chafariz

A Neoenergia instalou duas usinas solares em telhados, assim como também está investindo no desenvolvimento social e econômico de comunidades impactadas pelo Complexo Eólico Chafariz, em construção no estado da Paraíba, na região do Nordeste do Brasil.

A companhia instalou 117 placas fotovoltaicas nos telhados da Maternidade Mãe Vinil e da Escola Municipal Manoel Rodrigues Pinto, localizadas no centro da cidade de São José do Sabugi, informou em comunicado à imprensa na última sexta-feira, 20 de novembro.

O potencial máximo de produção eletricidade das usinas está estimado em 6.500 KWh por mês, montante superior ao necessário para atender ambas instituições. Por isso, o excedente de energia será revertido em créditos para a Escola Municipal Antônio Miguel Leitão e a Quadra de esporte Comunitária – “O Chicozão”, situadas na Comunidade de Redinha.

A Neoenergia. ainda, avalia a viabilidade de instalar uma terceira usina solar na Policlínica Municipal Dr. Kival de Araujo Gorgônio, localizada na zona urbana de Santa Luzia.

De acordo com a gerente da Superintendência de Energias Renováveis da Neoenergia, Liu Su E, “as iniciativas possuem benefício econômico e socioambiental para melhoria da qualidade de vida das comunidades no entorno do empreendimento, reforçando o nosso compromisso com as metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”.

Compromisso social

A implantação de painéis fotovoltaicos é só uma das diversas ações socioambientais que a Neoenergia tem feito para promover o desenvolvimento das localidades onde atua e beneficiar a população da região.

A Neoenergia está promovendo ações de profissionalização em apoio à Associação Comunitária das Louceiras Negras da Serra do Talhado, entidade formada por mulheres da Comunidade Quilombola da Serra do Talhado Urbana, em Santa Luzia (PB), que produz peças de barro, como panelas e vasos.

Segundo empresa, foram realizados investimentos em marketing, resultando na reformulação da identidade visual da associação, divulgação com a nova logomarca, entre banners, cartões de visita e papel timbrado. Tudo isso proporcionará melhor visibilidade ao trabalho feito pelas artesãs.

A qualificação profissional dos moradores é outro compromisso socioeconômico da Neoenergia. Será oferecido às louceiras curso de empreendedorismo que será realizado em 2021. “Em janeiro foram promovidos cursos profissionalizantes em parceria com o SENAI de obra civil, como pedreiro, carpinteiro, montador e elétrica básica para capacitação da mão de obra local, com foco na futura contratação para trabalhar no empreendimento”, Vanessa Iris Silva, colaboradora da companhia à frente das ações e especialista da Superintendência de Energias Renováveis da Neoenergia.

Também em Santa Luzia, a Neoenergia realizou a reforma da Escola Municipal Miquilina Senhora das Neves na Zona Rural, construindo uma quadra esportiva, revitalizando as áreas interna e externa, além de um novo teto com a instalação de ar-condicionado nas salas de aula. Em Areia de Baraúnas, foi reformada a Praça Pública, incluindo o plantio de mudas nativas.

Chafariz

O Complexo Eólico Chafariz será composto por 15 parques eólicos, totalizando R$ 471,2 MW de capacidade instalada. O Grupo Neoenergia possui 4 GW em capacidade de geração de eletricidade, sendo 88% de por meio de fontes renováveis. A empresa está implementando mais 1 GW em energia eólica. Em transmissão, são 685,2 km de linhas em operação e 4.862 km em construção.

Os valores investidores nos empreendimentos e nos projetos sociais não foram revelados pela corporação no comunicado divulgado à imprensa.