Copel avança com mais de 80% das obras da PCH Bela Vista

Cerca de 450 pessoas trabalham atualmente em todas as frentes de serviço do empreendimento, que deve ser finalizado em junho de 2021

A Copel afirmou que está com 80% das obras de construção da PCH Bela Vista finalizadas. Cerca de 450 pessoas trabalham atualmente em todas as frentes de serviço da usina, orçada em R$ 217 milhões.

O recurso também contempla uma subestação elevadora e uma linha de distribuição de alta-tensão que fará a conexão com a SE Dois Vizinhos para ligação ao Sistema Interligado Nacional. A linha de 18,4 quilômetros passará pelos municípios de Verê, São Jorge do Oeste e Dois Vizinhos.

A previsão é de que a instalação da PCH seja finalizada totalmente em junho do ano que vem. Até lá, porém, a central já estará produzindo energia, visto que as quatro unidades geradoras começam a entrar em operação, uma a uma, a partir do mês de março, afirma a estatal. O empreendimento terá capacidade de produzir 29,81 MW para atender cerca de 100 mil consumidores.

Ao longo de novembro, foi concluída a execução do concreto compactado da barragem de onde a água verte, permitindo assim o andamento da execução das ogivas. Essas etapas são necessárias para o enchimento do reservatório, previsto para janeiro de 2021. Nessa porção da barragem também está em andamento a execução da laje de proteção rio abaixo e do muro na margem direita.

Na barragem de segunda etapa, iniciada após o desvio do rio Chopim em junho deste ano, 100% do volume total de concreto compactado previsto no projeto já foi executado. Além disso, foram iniciadas as concretagens de segundo estágio do pré-distribuidor da unidade 1 e a armação do trecho de sucção que antecede a montagem eletromecânica e descida do gerador da primeira turbina.

Por fim, a construção da tomada de água, ponto de captação de água do reservatório para os condutos que levarão até as turbinas, já atinge 90%.