Cemig constrói subestação de R$ 7 milhões no alto Paranaíba

SE Serra do Salitre já está com mais de 70% das obras concluídas

A Cemig está construindo uma nova subestação no Alto Paranaíba. Após meses de obras intensas, a SE Serra do Salitre já está com mais de 70% das obras concluídas, e vai disponibilizar mais energia para os atuais e novos clientes da companhia, além de contribuir significativamente para o desenvolvimento da região.

A subestação está recebendo investimentos de R$ 7 milhões e utiliza moderna concepção tecnológica, conhecida como Subestação Compacta Integrada, com capacidade de fornecimento e transformação estabelecida em 15 MVA. Essa energia é suficiente para abastecer cerca de 15 mil residências com consumo médio do mercado Cemig.

A SECI chegou a Serra do Salitre neste mês de novembro e já está sendo instalada. De acordo com José Valteir de Araújo, engenheiro de empreendimentos da Cemig, pela importância para o projeto, a chegada da SECI representa grande avanço nas obras. Segundo ele, neste mês também foi iniciada a construção das estruturas que vão conectar a nova subestação ao sistema elétrico, a partir de derivação  da linha de distribuição de 138 kV que interliga a subestação Rio Paranaíba à Galvani Fertilizantes.

Para completar os investimentos realizados pela Cemig, a subestação, que está localizada às margens da rodovia MG 230, vai receber quatro alimentadores de 13,8 kV – para distribuir a energia elétrica em média tensão aos clientes, banco de capacitores de 3,6 MVAr e sistema de rádio digital para telecomunicação. Desta forma, o Governo de Minas, por meio da Cemig, vai investir, até 2022, R$ 6,2 bilhões em melhorias de linhas de distribuição, subestações e redes de média e baixa tensão.