Nimbus Tecnologia lança plataforma completa para comercialização de energia

Criada pela Tesla Energia e com atuação independente da comercializadora, empresa de tecnologia cria ferramenta para otimizar recursos dos usuários

As empresas que atuam no mercado de energia poderão contar com uma ferramenta capaz de suprir as necessidades e demandas por acesso a informações essenciais às suas tomadas de decisão com o lançamento, pela Tesla Energia, do NIMBUS, plataforma eletrônica de inteligência de mercado. A ferramenta é a evolução de uma funcionalidade inicialmente criada para atender às necessidades internas da Tesla.

O mercado livre encontra-se em expansão, com 10 mil agentes registrados na Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, que buscam as melhores condições para fechar negócios. Num mercado competitivo, onde geradores, consumidores e comercializadores de energia buscam menores custos com a gestão de seu portfolio e eficiência operacional, o acesso a informações rápidas e confiáveis é elemento importante para que as estratégias comerciais sejam as mais bem-sucedidas.

Segundo Sérgio Moraes, sócio-diretor da Tesla Energia, muito antes da pandemia de Covid-19, a empresa já convivia com o trabalho remoto, com sócios residentes em vários pontos do país e mesmo no exterior, o que exigia atuação em ambientes de relacionamento virtual e ferramentas onde se pudessem reunir as principais informações num só sistema.

Ainda que à distância, os sócios da companhia precisam trocar muitas informações ao longo dos dias. O Nimbus foi criado para atender a esse quadro. Com o passar do tempo, o sistema foi aperfeiçoado, ganhando melhorias que chamaram a atenção de casas parceiras. Ao conhecer a plataforma, os parceiros da Tesla passaram a manifestar interesse em ter acesso à ferramenta.

Isso fez com que os sócios da Tesla enxergassem na ferramenta um produto com alto potencial de aceitação pelo mercado. Para desenvolver e comercializar a plataforma, a Tesla criou uma empresa independente, para onde migraram alguns dos profissionais da comercializadora, garantindo a expertise para a ferramenta – resultando no Nimbus. “Diferente de outras plataformas, o Nimbus foi criado por quem já atua no mercado e conhece as necessidades que se apresentam nas rotinas diárias de seus participantes.”, avaliou.

Nesse contexto, a ferramenta foi testada e aprovada, inclusive por agentes que contam com estruturas relevantes de middle-office, segundo o executivo da Tesla. “Tivemos muitos feedbacks positivos”, disse Moraes.

O Nimbus oferece inúmeros cenários meteorológicos, hidrológicos e uma grande quantidade de simulações de preços de forma ágil e confiável. Essa agilidade e transparência nas informações disponibilizadas é um dos pontos mais importantes da plataforma.

Moraes explica que o sistema cria os cenários e, de forma transparente, indica todos os dados e parâmetros utilizados em cada rodada, além de disponibilizar para download todos os arquivos relevantes como os decks e prevs, otimizando o tempo do usuários que pretende fazer suas próprias rodadas, internamente,  com as alterações de parâmetros  que julgar conveniente. A transparência na disponibilização de todos arquivos afasta qualquer possibilidade de suspeita de uso da informação ou eventual conflito de interesse.

Três vertentes

O Nimbus trabalha com base em três principais vertentes: a primeira é a meteorológica, ao acessar e entregar todos os modelos climáticos disponíveis (inclusive o ECMWF), que são considerados para a hidrologia (a segunda vertente): com os dados, o modelo gera projeções de Energia Natural Afluente (ENA) por submercados, bacias e mesmo por reservatórios.

A partir daí, a plataforma disponibiliza os resultados de preços e matrizes obtidos para cada um dos cenários hidrológicos, em base semanais, por sub-mercado, para todo o período de cada modelo meteorológico.

Sobre os preços, Moraes contou que o sistema disponibiliza diariamente aos assinantes os dados relativos às rodadas das duas próximas revisões, antes da abertura do mercado. Há ainda, os resultados das rodadas para até dois e até seis meses à frente.

No módulo meteorologia, o NIMBUS disponibiliza também informações relativas ao acompanhamento e evolução dos diversos índices climáticos (como El Niño e La Niña) e vídeos diários produzidos por um de seus sócios executivos e meteorologistas da USP, com previsões climáticas disponíveis a partir das 9:00 horas.

O acesso à plataforma se dá por meio de assinatura mensal para até cinco usuários com acesso a todas as informações do sistema ou, caso o interessado prefira, poderá contratar módulos individuais, para complemento a sua estrutura já existente. Para Moraes, o sistema proporcionará aos futuros assinantes economia com contratos diversos para obter as mesmas informações, além da otimização das rotinas de serviços, uma vez que todos os dados que até então estavam dispersos em diversas bases, poderão ser encontrados num só lugar

“É um excelente custo-benefício”, afirmou. Ainda de acordo com Moraes, a plataforma estará sob o mantra da evolução constante, desenvolvendo melhorias que serão incorporadas à medida que novas necessidades sejam apresentadas – como é natural em ferramentas de inteligência de mercado. “Importante monitorar as demandas do mercado. Vamos acompanhar e incorporar novas funcionalidades de acordo com as necessidades dos agentes, sempre atentos a agilidade, a transparência e confiabilidade dos dados”, pontuou Moraes.

Os interessados poderão obter maiores informações sobre o sistema acessando www.e-nimbus.tech . O site possibilita a solicitação de trial gratuito por cinco dias para agentes da CCEE e/ou solicitação de agendamento de reunião de apresentação do sistema (o que lhe assegura o direito de trial por 15 dias).

(Nota da Redação: Conteúdo patrocinado produzido pela empresa)