Aneel define CVU da UTE Uruguaiana em R$ 606,28/MWh

Decisão para térmica controlada por empresa argentina vale para período de dezembro de 2020 até 30 de abril de 2021

A Aneel aceitou o pedido da AES Uruguaiana Empreendimentos, agora controlada pela empresa argentina San Atanasio Energía (Saesa), determinando o valor do Custo Variável Unitário da térmica Uruguaiana a partir do Programa Mensal de Operação – PMO de dezembro até 30 de abril de 2021, e pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE, para a contabilização da energia gerada no período.

O Operador Nacional do Sistema Elétrico e a CCEE deverão aplicar os novos valores, fixados em R$ 606,28/MWh incluindo os custos e de R$ 427,34/MWh sem a incidência, informa o despacho nº 3.370, publicado no Diário Oficial desta quarta-feira, 2 de dezembro. Já o montante de geração à recuperação dos custos fixos, ficou em 175.770 MWh.