Conselho inclui leilões de transmissão e geração no PPI

Decisão foi tomada nesta quarta-feira, 2 de dezembro, na 14ª reunião do órgão

O Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos aprovou nesta quarta-feira (2) a qualificação no PPI de dois leilões de transmissão e do leilão para suprimento de energia e potência aos sistemas isolados, todos previstos para 2021.Também foram incluídos no programa os projetos das hidrelétricas Apertados e Ercilândia, no Paraná, para apoio ao processo de licenciamento em tramitação no órgão ambiental estadual.

O edital do primeiro leilão de transmissão encontra-se em processo de consulta pública na Agência Nacional de Energia Elétrica. O certame previsto para junho de 2021 vai ofertar cinco lotes de instalações nos estados do Acre, Mato Grosso, Tocantins, Rondônia, Rio de Janeiro e São Paulo, com 520 km de linhas e subestações a elas associadas. O investimento previsto é de R$ 1 bilhão.

O segundo leilão de LTs está previsto para dezembro do ano que vem, com a  licitação de 866 km de linhas e outras instalações da Rede Básica nos estados da Paraíba, Bahia e Paraná. O investimento total previsto é de R$ 1,3 bilhão.

Existe, no entanto, a possibilidade de inclusão de dois novos conjuntos de obras no certame, que estão ainda em fase de estudos de planejamento e somam 5 mil km de linhas e 6.400 MVA em capacidade de transformação. Esses projetos serão implantados no Rio Grande do Sul, Minas Gerais, São Paulo e Espirito Santo e tem investimento estimado de 7,2 bilhões.

Geração

Assim como o primeiro leilão de transmissão, o certame destinado à contratação de empreendimentos de geração para atendimento a 22 localidades dos sistemas isolados no Acre, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima também está em consulta pública. O edital deve ser publicado em fevereiro e o leilão está previsto para março.

No caso das hidrelétricas, ambos os projetos qualificados no PPI aguardam a conclusão da análise do Instituto Água e Terra, do Paraná, para a emissão da licença prévia. A UHE Apertados tem potência instalada prevista de 139 MW e será construída no rio Piquiri, nos municípios de Alto Piquiri, Mariluz, Goioerê, Quarto Centenário, Ubiratã, Nova Aurora e Formosa
do Oeste. A UHE Ercilândia terá 87 MW e ficará localizada em Assis Chateaubriand, Brasilândia do Sul, Formosa do Leste e Alto Piquiri, no mesmo rio.

A carteira atual do PPI inclui 15 projetos de energia, sendo três leilões de transmissão, um deles no próximo dia 17 de dezembro; as privatizações da Eletrobras e da Nuclep (Nuclebras Equipamentos Pesados); a LT Manaus-Boa Vista, destinada a conectar Roraima ao Sistema Interligado; sete hidrelétricas em processo de obtenção de licença prévia e os leilões de energia existente A-4 e A-5 de 2020.