BTG coordenará venda de ações do BNDESPar na Copel

Braço de investimentos do BNDES é dono de 24% do capital social da companhia paranaense; oferta pública, porém, está sujeita a condições de mercado

O Banco BTG Pactual foi contratado para coordenar a oferta pública secundária de ações da Copel Energia. O BNDESPar tomou a decisão de alienar a totalidade de sua participação na elétrica. O braço de investimentos do BNDES é dono de 24% do capital social da companhia paranaense.

“O coordenador líder terá 24 horas a partir da homologação para formar o consórcio de bancos. A alienação aprovada está de acordo com a atual estratégia de gestão da carteira da BNDESPar”, diz o comunicado enviado ao mercado na segunda-feira, 7 de dezembro.

O BNDESpar ressalta, porém, que o lançamento da oferta pública está sujeito a diversos fatores, entre os quais a existência de condições de mercado favoráveis, notadamente de preço, a aprovação de sua governança interna e a análise da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e dos demais órgãos reguladores e autorreguladores, nos termos da legislação aplicável.

“A presente comunicação tem propósito meramente informativo, nos termos da legislação e da regulamentação em vigor, e não deve ser considerada como anúncio de oferta no Brasil, nos Estados Unidos ou em qualquer outra jurisdição.”