Aneel aprova operação de 55,3 MW eólicos no Nordeste

Térmica de 48,5 MW também foi liberada no estado de São Paulo

A Agência Nacional de Energia Elétrica deliberou na segunda-feira, 28 de dezembro, pela operação comercial da central de geração eólica São Fernando 3, com sete unidades geradoras e um total de 24,2 MW de potência instalada no município de São Bento do Norte (RN), num projeto controlado pelo grupo espanhol Elecnor, que também recebeu aval para iniciar testes na EOL São Fernando 4, envolvendo 12 unidades e 41,5 MW para mesma localidade.

A Chesf também recebeu o provimento da Aneel, liberando a operação da usina Casa Nova a partir de 24 de dezembro, com a decisão abarcando 15 aerogeradores e 24 MW de capacidade instalada na cidade de Casa Nova (BA).

Outra aprovação de eólica foi para a multinacional francesa Voltalia, com vistas ao início da operação da usina Vila Ceará I, conferindo 7,1 MW entre duas unidades geradoras implementadas em Serra do Mel (RN), por meio da SPE Ventos de Vila Paraíba IV.

Já a empresa Albioma foi autorizada a iniciar os trabalhos na termelétrica Vale do Paraná, com uma unidade de 16 MW e outra de 32,5 MW, totalizando 48,5 MW de energia a partir da queima de biomassa no município de Suzanápolis (SP).

Por fim, a Engie Brasil obteve o parecer para iniciar os testes na turbina nº 2 da eólica Campo Largo IX, somando 4,2 MW de potência na cidade de Umburanas (BA).