Cepel conclui migração de unidade para o mercado livre

Movimento estratégico aponta economia de R$ 1,8 mi em quatro anos para o Centro

O Cepel concluiu o processo de migração da sua Unidade Fundão para o mercado livre de energia, iniciativa que representará uma economia de aproximadamente R$ 1,8 milhão para a instituição nos próximos quatro anos, sendo um elemento estratégico para seu reposicionamento no mercado.

A compra de energia no novo ambiente decorreu de um processo competitivo realizado no dia 16 de dezembro do ano passado, com a participação de 30 empresas e disputa entre quatro delas. A vencedora foi a Lightcom, subsidiária da Light Serviços de Eletricidade S.A., que ofereceu preço de referência no valor de R$ 220,97/MWh.

Para Amilcar Guerreiro, diretor-geral do Cepel, o movimento abrange a otimização da aplicação de recursos e a eficientização dos custos, um dos três pilares básicos do Centro, que buscar aumentar seu portfólio de associados e clientes, além da modernização e mapeamento de oportunidades que incluem revisitar a infraestrutura de informática e laboratorial, fora as medidas administrativas.

“Estamos prosseguindo os trabalhos para que, em breve, o mesmo ocorra com a Unidade Adrianópolis”, complementa o diretor, afirmando que o relatório da visita técnica realizada pela Light SESA indicou a necessidade de adaptações no sistema de medição, providências que já estão sendo estudadas pela equipe do Cepel.