MME enquadra eólicas junto ao Reidi na Bahia

Decisão envolve 124 MW e aporte de R$ 570,5 milhões em quatro usinas para dezembro do ano que vem

O Ministério de Minas e Energia aprovou nessa quinta-feira, 14 de janeiro, o projeto de implementação das centrais eólicas Ventos de São Vitor 1, 2, 3 e 4 junto ao Regime Especial de Incentivos ao Desenvolvimento da Infraestrutura (Reidi), envolvendo 20 aerogeradores com tecnologia de 6,2 MW de potência, totalizando 124 MW de capacidade instalada nos municípios baianos de Itaguaçu e Gentio do Ouro.

Com a decisão, a Essentia Energia, empresa de Energias Renováveis do Pátria Investimentos, obtém uma economia de aproximadamente R$ 54 milhões com os encargos PIS/PASEP e Confins, ficando o investimento total planificado em R$ 570,5 milhões para as obras que vão de janeiro desse ano até dezembro de 2022.