Moody’s eleva classificação de longo prazo da Enel

Perspectiva estável reflete melhoria do perfil de risco do grupo, maior diversificação geográfica e foco no financiamento centralizado

A agência de classificação de risco Moody’s Investors Service anunciou a elevação da sua classificação de longo prazo para a Enel, passando de “Baa2” para “Baa1” e com perspectiva estável. A agência também confirmou as avaliações Prime-2 (P-2) de curto prazo das subsidiárias Enel Finance International N.V. e Enel Finance America LLC.

Segundo a Moody’s, a análise reflete o progresso realizado na melhoria do perfil de risco de negócios do grupo, como resultado de investimentos contínuos em redes e energias renováveis, maior diversificação geográfica e foco no financiamento centralizado.

Entre os principais motivadores para a atualização, pesaram a baixa volatilidade dos lucros, ganhos estáveis provenientes de redes reguladas e geração contratada, que representam 80% do EBITDA, além do sólido perfil financeiro, com recursos de operações e dívida líquida acima de 20%.