Leilão da CEEE-D é adiado para 31 de março

Governo do RS alegou que interessados pediram mais tempo para elaboração de propostas

A Secretaria  do Meio Ambiente e Infraestrutura do Rio Grande do Sul decidiu na última segunda-feira, 18 de janeiro,  transferir a data da sessão pública do leilão da CEEE-D de 3 de fevereiro para 31 de março. A data de entrega de propostas também foi alterada de 29 de janeiro para 26 de março. A mudança foi publicada no Diário Oficial do Estado.

O aviso de alteração também cita o valor mínimo de R$ 50 mil para as propostas, considerando-se o Preço Mínimo de aproximadamente R$ 0,001112111. De acordo com o secretário do Meio Ambiente e Infraestrutura, Artur Lemos Júnior, a prorrogação foi solicitada pelos interessados, motivada pela proximidade das datas dos processos de privatização da CEEE-D e da CEB-D, que foi realizado em dezembro de 2020. O leilão de LTs também influenciou no adiamento, já que há grupos interessados nos ativos de transmissão e distribuição da CEEE. Segundo Lemos, a prorrogação vai propiciar mais tempo para análises dos investidores e possibilitar maior chance de sucesso na privatização da empresa.

O processo de privatização da CEE-D foi iniciado em janeiro de 2019, logo após a posse do governador Eduardo Leite (PSDB), que também pretende privatizar a Sulgás e a CRM. Estudos feitos para a privatização indicam que a CEEE-D tinha, até junho de 2020, passivo estimado em R$ 3,4 bilhões apenas em ICMS. Até o leilão, estima-se que esse valor seja acrescido em mais de R$ 1 bilhão em imposto.