Cade aprova compra de complexos eólicos pela AES Brasil

Geradora pagou R$ 806 milhões junto à Cubico Brasil por usinas localizadas no litoral potiguar e cearense

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica aprovou sem restrições a compra dos complexos eólicos MS (94,5 MW – RN/CE) e Santos (64 MW -RN) pela AES Brasil junto à Cubico Brasil, somando 158,5 MW em operação desde 2013, com a energia já contratada no mercado regulado. O negócio, que envolveu R$ 806 milhões, foi anunciado no fim de dezembro do ano passado e eleva para 4 GW a capacidade instalada da empresa.

A Cubico é uma holding que investe em desenvolvimento, construção, e operação de ativos de geração de energia a partir de fontes renováveis, sendo controlada diretamente pela Cubico Sustainable Investments Ltd e indiretamente detida pela Ontario Teachers’ Pension Plan (OTPP) e pela PSP Investments (PSP). Na análise do Cade, a operação é uma oportunidade alinhada à estratégia da companhia em diversificar e girar o seu capital.