Níveis seguem subindo no Sul e submercado chega a 56,7%

Região que enfrentou forte estiagem em 2020 já tem a maior capacidade hidroelétrica no país

Seguindo o movimento observado há mais de uma semana, os reservatórios sulistas cresceram 1,6 pontos percentuais na última terça-feira, 2 de fevereiro, em relação ao dia anterior, e operam com 56,7% de sua capacidade, informa o boletim do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). A energia armazenada é de 11.288 MW mês e a energia natural afluente marca 24.893 MW med, correspondendo a 294% da média de longo termo armazenável no mês até o dia. As UHEs Passo Fundo e G.B Munhoz funcionam com 32,26% e 70,75%, respectivamente.

Já o submercado nordestino não registrou variações e segue em 52,2%. A energia armazenada é de 26.941 MW mês e ENA de 6.529 MW med, valor que corresponde a 47% da MLT. A hidrelétrica de Sobradinho marca 52,65% de sua capacidade. No Norte do país os níveis recuarem em 0,2 p.p para 31,3% do volume útil. A energia armazenada marca 4.753 MW mês e ENA de 10.137 MW med, equivalente a 42% da MLT. A UHE Tucuruí segue com 33,53%.

Por sua vez a região SE/CO foi outra a não apresentar alterações em seu armazenamento hidroelétrico junto ao SIN, que permanece em 23,3%. A energia armazenada mostra 47.410 MW mês e a ENA é de 43.212 MW med, o mesmo que 60% da MLT. Furnas admite 24,69% e a usina de São Simão marca 18,28%.

Outras informações sobre níveis de armazenamento, bem como a geração de gráficos comparativos, podem ser acessadas na Seção Reservatórios do Monitor, disponível para assinantes do CanalEnergia.