Lucro da Light cresce 178% e chega a R$ 493 mi em 2020

Receita líquida e EBITDA também subiram e último trimestre do ano representou lucro líquido de R$ 235 milhões frente a um prejuízo de R$ 48 milhões no mesmo período de 2019

A Light fechou 2020 com lucro líquido de R$ 493 milhões, crescendo 177,8% em relação aos R$ 178 milhões registrados no ano anterior. A companhia apresentou seus resultados financeiros anuais e do último trimestre na última quinta-feira, 18 de março, reportando receita líquida de R$ 11,8 bilhões, acréscimo de 2,7%, e EBITDA de R$ 2 bilhões, aumentando 28,3% na comparação anual.

No último trimestre do ano a companhia registrou um lucro líquido de R$ 235 milhões frente a um prejuízo de R$ 48 milhões no mesmo período de 2019, destacando-se os resultados da distribuidora e da geradora, que avançaram R$ 87 milhões e R$ 179 milhões respectivamente. O EBITDA também se destacou, subindo 110% para R$ 974 milhões.

Quanto aos indicadores de qualidade no fornecimento da distribuidora, o DEC anual foi de 8,84 horas para 7,04 horas e o FEC saiu de 4,91 para 4,66 interrupções no serviço por unidade consumidora. Já as perdas totais caíram apenas 0,12 pontos percentuais.

Sobre o assunto a Light afirmou que a ampliação do programa que combate às perdas na concessão terá avanço também nas regiões mais complexas, nas quais o acesso foi perdido nos últimos tempos, “trabalhando de maneira inovadora com lideranças comunitárias e consumidores”.