EDP é certificada com o selo Women on Board

Iniciativa conta com apoio da ONU Mulheres para incentivar o aumento da equidade de gênero na alta liderança

A EDP foi certificada com o selo Women on Board, iniciativa que conta com apoio da ONU Mulheres para incentivar o aumento da equidade de gênero na alta liderança. Em fevereiro, o conselho da companhia, que já contava com Juliana Rozenbaum, ganhou a participação de Vera Pinto Pereira e Ana Paula Garrido, passando a ter 33% de participação feminina, o triplo da média nacional.

Além das novas conselheiras, a EDP anunciou em fevereiro sua primeira vice-presidente, Fernanda Pires, para ocupar a recém-criada cadeira de Pessoas e ESG. A companhia destacou seu compromisso de ampliar a representatividade feminina nos diversos níveis da empresa por meio de ações concretas.

Segundo a EDP, em 2020 a empresa deu um passo importante ao aprovar sua estratégia de Inclusão e Diversidade para 2022. Entre os destaques, está a meta de ter 20% de mulheres na liderança e 50% das novas contratações provenientes de grupos sub-representados no quadro geral de colaboradores.