State Grid anuncia SPE para concessão do leilão de 2020

Transmissora foi habilitada pela Aneel, após desclassificação da Agronegócio Alta Luz Brasil

A chinesa State Grid vai constituir uma sociedade de propósito específico denominada Silvania Transmissora de Energia SA para administrar a concessão do Lote 1 do leilão de transmissão realizado em 2020. A empresa foi convocada pela Agência Nacional de Energia Elétrica para assumir o empreendimento, após a desclassificação da Agronegócio Alta Luz Brasil, e teve sua habilitação foi confirmada nesta terça-feira (20) pela diretoria do órgão regulador.

A decisão foi comemorada por Lyu Shirong, chairman da transmissora. “Estamos entusiasmados com este novo desafio, pois será mais uma oportunidade de cumprir com a nossa missão em oferecer um sistema de transmissão de energia elétrica de primeira qualidade para todos os brasileiros, de forma sustentável para a companhia, para o setor elétrico e para a população brasileira”, disse o executivo, em nota divulgada pela State Grid.

A transmissora apresentou a segunda menor proposta no certame de 17 de dezembro. Caberá à nova SPE celebrar o contrato de concessão, contratar as obras e serviços de construção e operar as instalações.

O Lote 1 é formado pela linha de transmissão Silvânia-Trindade, pela subestação Silvânia e por trechos de linha entre a SE Silvânia e a LT Samambaia-Emborcação, além de extensões de linha entre a SE Silvânia e a LT Samambaia-Itumbiara. As instalações ficarão localizadas em Goiás.

A State Grid tem 24 concessões no Brasil, onde opera desde 2010, com mais de 15 mil km de linhas. Entre elas estão as instalações em ultra alta tensão (800kV) que escoam a energia da hidrelétrica de Belo Monte para o Sudeste do país. Os investimentos, segundo a empresa, somam mais de R$ 28 bilhões.