WEG avalia que segundo trimestre será positivo

Empresa registra maior em volume de encomendas de equipamentos, mas ainda enfrenta condições de mercado atípicas por conta da pandemia

A fabricante de equipamentos WEG acredita que o segundo trimestre de 2021 será positivo por conta da recuperação da atividade econômica. Mesmo assim, a companhia ainda enfrenta o que chamou de “condições de mercado atípicas” por conta da pandemia.

Apesar de os resultados de 2020 terem sido impactados pela pandemia, a empresa sentiu sinais de melhora de pedidos no primeiro trimestre de 2021 e sinaliza uma recuperação para o segundo trimestre do ano.

“A trajetória de resultados segue a tendência de recuperação. Já estamos sentindo em volume de encomendas de equipamentos de ciclo curto e melhora em ciclo longo”, diz André Luis Rodrigues, diretor financeiro e de RI da WEG.

Rodrigues afirma que a empresa ainda sente os reflexos da pandemia, mas os investimentos para esse ano continuam planejados. Ele evita fazer projeções, mas está otimista com as perspectivas futuras “principalmente para o segundo trimestre, por conta da base de comparação mais fraca do ano passado, foi quando sentimos o principal impacto da covid-19 nos negócios”.

Já o segundo semestre do ano ainda é de incertezas e desafios. A expectativa é que a retomada de projetos eólicos contribuam para fechar o ano no positivo.