Enel SP intensifica combate a fraudes e aumenta energia recuperada

Distribuidora aumentou em 8,3% número de inspeções e conseguiu recuperar 16,8 milhões de kWh

A Enel Distribuição São Paulo intensificou as ações de combate às fraudes e furtos de energia. No primeiro trimestre do ano, a distribuidora realizou 56.442 inspeções em sua área de concessão, crescimento de 8,3% na comparação com as 52.125 inspeções realizadas no primeiro trimestre de 2020. Como fruto deste trabalho, levantamento interno aponta que a companhia identificou 9.094 irregularidades entre janeiro e março de 2021, um aumento de 529% em relação às 1.446 fraudes encontradas em igual período do ano passado. Com isso, a distribuidora conseguiu recuperar 16,86 milhões de kWh de energia furtada, uma expansão de 151% frente aos 6,71 milhões de kWh de volume de energia recuperado pela concessionária no primeiro trimestre de 2020.

O volume de energia recuperado pela distribuidora no primeiro trimestre de 2021 seria suficiente para abastecer 9.369 residências por um ano, com consumo médio mensal de 150 /kWh. Entre os principais fatores que explicam o aumento no número de fraudes identificadas estão: mudanças em procedimentos operacionais internos, a ampliação das inspeções e a condição econômica, agravada pela continuidade da pandemia do novo coronavírus.

São Paulo lidera o ranking de inspeções realizadas no primeiro trimestre de 2021, totalizando 41.343, com 6.998 irregularidades encontradas. A capital é seguida pelas cidades de São Bernardo do Campo, Taboão da Serra; Embu das Artes e Santo André.

De acordo com o responsável pela área de Operações Comerciais da concessionária, Ricardo Martins, a Enel SP vem intensificando a fiscalização contra fraudes e furtos em todos os seus municípios de atuação. Segundo ele, a distribuidora investiu em novas tecnologias, como um software com inteligência artificial que permite detectar de forma preventiva manipulações na rede elétrica e nos medidores. Para Martins, o combate ao furto de energia contribui para a melhora da qualidade do serviço e para a segurança da população.

A distribuidora também realiza constantemente ações de combate ao furto de energia em parceria com a Polícia Civil. No primeiro trimestre deste ano, a empresa realizou 43 operações que resultaram em 27 pessoas detidas em flagrante, sendo 63% de clientes comerciais e 37% de residenciais. Do total, 42% destas ocorrências foram na regional Leste da concessionária, 26% na regional Sul, 16% na Oeste e 16% na Norte.