Angra 2 para e tira 1,3 GW do SIN por 48 dias

Paralisação para reabastecimento de combustível começou à meia-noite do último domingo (06)

Visando o reabastecimento de combustível e demais manutenções, testes e inspeções periódicas, a central nuclear de Angra 2 (RJ) está paralisada desde à 0h do último domingo, 6 de junho, o que significa 1,3 GW a menos para a operação do SIN pelo prazo estimado de 48 dias, informa a Eletronuclear, indicando que reduziu o escopo das atividades ao mínimo necessário devido à pandemia.

Serão realizadas 2.780 atividades, o que equivale a pouco mais de 60% das tarefas executadas nas paradas anteriores à Covid. Houve ainda redução na contratação de pessoal, sendo 770 profissionais brasileiros e 70 estrangeiros, volume 30% abaixo do praticado normalmente.

Além da descarga e recarga do núcleo do reator, os trabalhos preveem inspeção visual nos elementos combustíveis após o descarregamento do núcleo, além da substituição de molas dos internos do vaso de pressão do reator e testes variados nos geradores de vapor, no sistema de limitação do reator e na manutenção preventiva dos transformadores de potência.