Liquidação do Mercado de Curto Prazo de abril movimenta R$ 1,3 bilhão

Segundo a CCEE, a operação contabilizou R$ 4,7 bilhões. As antecipações de pagamento relacionadas com as liminares do risco hidrológico somaram R$ 113,7 milhões

A liquidação financeira do Mercado de Curto Prazo (MCP) do mês de abril foi encerrada nesta quarta-feira, 09 de junho, pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e registrou a movimentação de R$ 1,3 bilhão, do total de R$ 4,7 bilhões contabilizados.

As antecipações de pagamento relacionadas com as liminares do risco hidrológico somaram R$ 113,7 milhões. Este foi o sexto mês consecutivo em que a CCEE observou a decisão de agentes por adiantarem a quitação de valores do GSF.

Do valor não quitado no fechamento do MCP, R$ 3,4 bilhões estão relacionados às liminares do GSF no mercado livre. Outros R$ 846 mil referem-se à inadimplência e R$ 365 mil correspondem a parcelamentos. Caso a antecipação dos pagamentos não houvesse ocorrido, o montante relacionado à judicialização do risco hidrológico somaria R$ 3,5 bilhões no mês.

Ao todo, 44 geradoras realizaram 65 pagamentos e já liberaram valores relacionados ao risco hidrológico desde o começo deste ano, reduzindo em R$ 7,9 bilhões os débitos retidos.