AES Brasil acerta primeira tranche de acordo de 1,5 GW com a Nordex

Primeira etapa envolve a aquisição de 55 turbinas de 5,7 MW para o complexo eólico de Cajuína (RN)

A AES Brasil fechou contrato para a aquisição de 55 turbinas junto à Nordex para o parque eólico Cajuína de 313,5 MW. O pedido também inclui o serviço das turbinas por um período de cinco anos, com várias opções de extensão de até 20 anos. Essa é a primeira tranche de um acordo entre a geradora e a fabricante que deverá somar um volume de 1,5 GW em potência instalada.

O parque está localizado 100 quilômetros a oeste da cidade de Natal, no estado do Rio Grande do Norte. De acordo com a Nordex, o local tem velocidade média do vento constante em torno de 9,2 m/s e um alto fator de capacidade.

O início das instalações das turbinas, que serão entregues em modo de operação específico do projeto de 5,7 MW, está previsto para o verão de 2022. O Grupo Nordex fabricará as turbinas, incluindo as pás do rotor e as torres de concreto de 120 metros de altura no país, após ter alcançado recentemente a conformidade do Finame.

A CEO da AES Brasil disse no início de maio à Agência CanalEnergia que esse acordo com a Nordex serviria para os projetos futuros da companhia. Somente Cajuína é um complexo com 1.100 MW de potência instalada e cujas obras serão iniciadas no segundo semestre deste ano.