Nordex registra aumento de 72% no volume de pedidos

Destaques em mercados individuais estão na Finlândia e no Brasil, informou a empresa

O Grupo Nordex fechou o segundo trimestre de 2021 com a entrada de 1.534,1 MW em pedidos. Esse resultado representa um aumento de 72,7% na comparação com os 888 MW de 2020. A entrada de pedidos firmes no segmento de Projetos (excluindo o negócio de serviços) atingiu um volume de 2.781,6 MW no primeiro semestre de 2021 aumento de cerca de 10% na mesma base de comparação.

De abril a junho de 2021, os clientes encomendaram um total de 297 turbinas eólicas para projetos em nove países. A Europa respondeu por cerca de 54% a América Latina por 46%. Os mercados individuais mais fortes na Europa foram Finlândia, Alemanha, Holanda e Espanha, com relação à América Latina, dois pedidos de alto volume saíram do Brasil.

Do lado do produto, os novos negócios no segundo trimestre focaram novamente em grande parte nos vários tipos de turbinas da série Delta4000 com cerca de 89% da entrada total de pedidos. No primeiro semestre de 2021, a participação era de cerca de 82% e no geral do semestre do ano passado era de 79%, afirmou a empresa em comunicado.

Com 170 turbinas e uma produção total de 969 MW, mais de 63% dos novos pedidos firmes são contabilizados apenas pelo último modelo de turbina N163/5.X da série Delta4000.

Para grandes projetos no Brasil e na Finlândia com um total de 958 MW, os clientes encomendaram esta variante de turbina com seu rotor de 163 metros de diâmetro e mais de 5 MW de capacidade nominal instalada.