Demanda por energia cresce 8% em junho, afirma ONS

Carga atingiu 66.707MW médios com bom desempenho da indústria voltada à exportação e aumento da confiança nos setores de comércio e serviços

O Brasil registrou alta de 8,1% na demanda por energia em junho na comparação com o mesmo período do ano passado, atingindo 66.707 MW médios, informa o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), atribuindo o resultado a recuperação do setor industrial, principalmente voltado à exportação, e ao aumento da confiança nos setores de comércio e serviços.

No acumulado dos últimos 12 meses a carga apresentou variação positiva de 4,7% e negativa de 1,4% em relação ao último mês de maio. Apesar da ocorrência de temperaturas amenas, inferiores às observadas em junho de 2020, o forte aumento que vem sendo observado nos ramos de atividades e à manutenção do ritmo elevado da produção industrial, sobretudo nos subsistemas Sudeste/Centro-Oeste e Sul.

O relatório ainda traz dados consolidados dos subsistemas que compõem o SIN, todos com indicadores positivos na comparação a junho do ano passado. O Nordeste se destaca com a demanda subindo 10,1% ou 10.847 MW médios, seguido pela região Norte, com 10% ou 5.914MW médios. A região Sul teve aumento de 9,2% ou 11.693MW médios e no Sudeste/Centro-Oeste a carga cresceu 6,9% ou 38.253MW médios.