Santander capta R$ 780 mi para financiar painéis solares para pessoas físicas e PMEs

Recursos são da International Finance Corporation

O banco Santander Brasil captou R$ 780 milhões da International Finance Corporation (IFC), Grupo Banco Mundial. Esse fundo tem como objetivo uma linha de crédito específica para aquisição de painéis solares para pessoas físicas e também pequenas e médias empresas (PMEs).

O objetivo é alavancar o programa de financiamento de energias renováveis e apoiar soluções de energia fotovoltaica como alternativas à conexão de diferentes negócios e residências na tradicional rede elétrica do País. O projeto vai auxiliar na diversificação da matriz energética e contribuir para a redução do uso de combustíveis fósseis.

“Contar com intermediários financeiros privados, como o Santander, que desempenham papel essencial no fornecimento de financiamento, é fundamental para ampliar o acesso ao crédito em todo o país”, disse em nota o gerente geral da IFC no Brasil, Carlos Leiria Pinto.

O diretor da Santander Financiamentos, André Novaes, disse que há uma oportunidade em estimular o uso desta linha específica pelo pequeno e médio empresário e pelas pessoas físicas. “O impacto se dará tanto no benefício econômico, já que o financiamento é estruturado de forma a se pagar, quanto pela tendência irreversível de busca por energia limpa, mitigando o impacto no meio ambiente”, avalia.