MVE negocia 675,1 MW médios das distribuidoras em julho

Disputa contou com 23 ofertas de venda e 3.344 propostas de compra

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE realizou uma rodada extraordinária do Mecanismo de Venda de Excedentes (MVE), em que as distribuidoras negociam sobras de energia para o atendimento dos consumidores cativos com agentes do mercado livre. Ao todo, foram transacionados 675,1 MW médios para o período de 12 meses, válidos de janeiro a dezembro de 2022. Este foi o primeiro processamento visando contratações para o ano que vem.

A disputa contou com 23 ofertas de venda e 3.344 propostas de compra. Vale ressaltar que, desde a operação de dezembro de 2020, é possível a apresentação de múltiplos lances pelos agentes que participam da operação.

O destaque ficou por conta do submercado Sudeste/Centro-Oeste, no qual foram negociados 387,7 MW médios em energia especial, sendo 212,1 MW médios valorados ao PLD + spread marginal de R$ 5,00/MWh e 175,6 MW médios ao preço fixo de pelo menos R$ 323,23/MWh. Ainda na região, firmaram-se 36,4 MW médios em contratos de energia convencional, a partir de R$ 333,00/MWh.

No Sul, os participantes do mecanismo negociaram 116,5 MW médios de energia especial, ao PLD + spread marginal de R$ 1,25/MWh. Em energia convencional, o submercado registrou a contratação de 46 MW médios, dos quais 40 MW médios a preços fixos partindo de R$ 325,76/MWh e 6 MW médios ao PLD + spread de pelo menos R$ 0,15/MWh.

Já no Nordeste, apenas o tipo especial foi negociado, sendo 71,5 MW médios ao PLD + spread marginal de R$ 2,00/MWh e 17 MW médios com preços fixos partindo de R$ 296,76/MWh.