Geração Solar bate recordes, um deles de 4,7% da demanda nacional

Marcas foram registradas no mesmo dia, de acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico

A geração solar bateu três recordes distintos de produção de energia na última terça-feira, 28 de setembro, de acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico. O primeiro foi no Sistema Interligado Nacional (SIN), com um pico de geração instantânea no valor de 3.626 MW, às 10h52, representando 4,7% da demanda do Brasil. O percentual superou a marca registrada no dia 19 de setembro, quando foram gerados 3.574 MW, às 11h16.

Ainda no período da manhã, no Nordeste, a geração solar instantânea alcançou 2.624 MW, às 10h52, montante suficiente para atender a 21,4% da carga desta região. Logo em seguida, às 12h08, no Sudeste/Centro-Oeste, foi registrada outra marca inédita para a geração instantânea fotovoltaica, a produção de 1.056 MW que representou 2,4% da demanda do subsistema. Na matriz elétrica, a fonte solar representa hoje 2,1% e a expectativa é que atinja 2,6% até o fim do ano.