Eneva e Servtec fecham acordo para terminal de GNL

Ideia inicial é desenvolver empreendimento no Porto de Itaqui ou como alternativa, nas imediações dessa região

A Eneva fechou acordo de exclusividade e cooperação com Servtec para o desenvolvimento de um terminal de GNL no Porto do Itaqui ou imediações em São Luís (MA). Em comunicado, a geradora informou que a parceira já vem trabalhando no desenvolvimento de um projeto, tendo, para tal, apresentado manifestação de interesse à Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP).

Em paralelo, a Servtec avalia alternativas para desenvolver um empreendimento da mesma natureza em outras locações nas imediações do Porto. A decisão final de investimento no terminal está condicionada à conclusão das avaliações e à obtenção das devidas licenças e autorizações para a implantação do projeto.

O acordo firmado prevê ainda que a companhia terá o direito de exclusividade até 30 de dezembro de 2022, e, após tal data, de primeira recusa até 30 de dezembro de 2023, para desenvolver, gerenciar e explorar o terminal de GNL em conjunto com a Servtec, através da formação de uma joint venture, na qual a Eneva deterá 51% do total de ações e a Servtec deterá os 49% remanescentes. Essa transação está condicionada à realização de estudos técnicos e à avaliação da viabilidade financeira do projeto pela Eneva, que decidirá pela assinatura de acordos definitivos.