Aneel libera 64,9 MW eólicos para operação comercial no Nordeste

Provimentos valem para parques na Bahia, Ceará e Paraíba, além de 8,4 MW em testes no Rio Grande do Norte

A Agência Nacional de Energia Elétrica deliberou a operação comercial de 23,5 MW eólicos entre dez unidades geradoras da central Teiú 3, localizada no município de Pindaí (BA). A usina pertence a uma sociedade formada entre a fabricante Wobben e o Fundo de Investimento Em Participações Multiestrategia Pirineus, com administrações da Enercom e Tradener.

A Aneel também aprovou a operação de cinco aerogeradores da EOL Serra do Mato IV, totalizando 21 MW de capacidade instalada no município de Trairi (CE), num projeto liderado pela Qair Brasil.

Outras liberações foram para a EDF Renewables, que pode iniciar a operação comercial de 11 MW entre duas unidades geradoras da planta Ventos da Bahia XIV, localizada entre os municípios de Iraquara e Souto Soares, ambos na Bahia; e para duas turbinas da Neoenergia em Santa Luzia (PB), somando 6,9 MW da EOL Chafariz 5.

Já a C.Vale Cooperativa Agroindustrial obteve a autorização para a térmica C.Vale UPL Biogás, contemplando uma unidade de 260 kW de potência instalada no Município de Palotina (PR).

Com relação a testes, o regulador deu provimento para duas turbinas e 8,4 MW da Echoenergia Participações referente ao parque eólico Vila Alagoas II, situado na cidade de Serra do Mel (RN).