Aeris aprova plano de outorga de ações restritas

Chance é de entrega de até 2,4 milhões de ações

A Aeris informou em comunicado ao mercado na última quarta-feira, 8 de dezembro, que o seu Conselho de Administração aprovo proposta de criação de Plano de Outorga de Ações Restritas, que ainda será submetido a Assembleia Geral Extraordinária. Há possibilidade de serem entregues até 2,4 milhões de ações restritas, que equivalem a cerca de 0,31% do capital social total da Aeris.

A proposta aprovada visa otimizar as estratégias de estímulo e retenção de profissionais, tendo como principais objetivos: estímulo a expansão, alinhar interesses dos acionistas aos de administradores, empregados e colaboradores e possibilitar à Companhia ou sociedades controladas atrair e manter a elas vinculados determinadas pessoas elegíveis, oferecendo a possibilidade de, nos termos e condições previstos no Plano, se tornarem acionistas da companhia. Com isso, a Aeris destaca que a proposta da administração também contempla a extinção do atual plano de outorga de opções de compra de ações, que havia sido aprovado na Assembleia Geral de 20 de agosto de 2020.

O novo Plano segue o modelo de outorga de ações restritas, adotando como dinâmica a possibilidade de a companhia entregar aos seus participantes, ações ordinárias de emissão da Companhia. Serão elegíveis para participar do Plano pessoas que atuem como executivos, administradores, gerentes, coordenadores, especialistas, supervisores, empregados, colaboradores e prestadores de serviço da Companhia e de suas controladas, considerados pessoas-chave no desenvolvimento dos negócios da Companhia e das controladas.