Índios derrubam torres e LT da Eletronorte desliga no Maranhão

Companhia aguarda mobilização de forças policiais na Terra Indígena Guajajara para dar início à recuperação da linha 500kV Imperatriz/Presidente Dutra C1

Após a derrubada de torres da linha de transmissão em 500kV Imperatriz/Presidente Dutra C1 por indígenas, na manhã do último domingo, 12 de dezembro, a Eletronorte informou que aguarda a mobilização das forças policiais para dar início à recuperação no trecho da Terra Indígena Guajajara conhecido como Aldeia Coquinho, na região central do Maranhão.

Em nota, a companhia afirmou que obteve autorização judicial para ingresso de técnicos da empresa e policiais federais para inspeção e reparo das estruturas. O incidente provocou o desligamento da LT e as equipes da estatal tiveram que atuar junto ao Operador Nacional do Sistema para que o fornecimento de energia não fosse interrompido.

A empresa também esclareceu que mantém um canal de diálogo permanente com as comunidades indígenas, sendo a negociação uma prática com diversas comunidades ao longo de sua trajetória empresarial. Como medida adicional foi feito um boletim de ocorrência com a solicitação da apuração dos fatos e a devida responsabilização “de uma situação grave, com consequências e prejuízos para toda a população brasileira”.