ENC Energy Brasil conquista aprovação da ONU para emitir créditos de carbono

Usina em São Luís, no Maranhão, conta com 38 mil créditos de carbono e esperar dobrar esse número no início de 2022

A ENC Energy Brasil conquistou um feito importante para a companhia e o meio ambiente. A usina geradora de energia proveniente da decomposição de lixo orgânico de aterros sanitários de São Luís no Maranhão, foi aprovada pela Organização das Nações Unidas (ONU) para emitir créditos de carbono devidamente auditados e disponíveis para venda. Os projetos de carbono da ENC Energy são certificados pelo Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) e consistem na quantificação de toneladas de CO2 que deixaram de ser emitidas à atmosfera.

De acordo com a empresa, sua ações atuam para geração de energia renovável realizada por meio da queima do gás metano, presente no biogás. O metano é um gás de efeito estufa (GEE), considerado 28 vezes mais nocivo que o gás carbônico (CO2), sendo esta proporção utilizada para quantificar as toneladas de CO2 mitigadas no projeto. Atualmente, o projeto de São Luís conta com 38 mil créditos auditados referente ao ano de 2020 e tem previsão de emitir mais de 80 mil referentes a 2021.

Desde sua fundação, a ENC Energy tem como foco a geração de energia limpa por meio de iniciativas sustentáveis. Os créditos de carbono são gerados por empresas que já cumpriram suas metas de redução de emissão de gases de efeito estufa e, por isso, ganham os créditos que podem ser comercializados no mercado. Cada crédito equivale a 1 tonelada de dióxido de carbono deixado de ser enviado à atmosfera.