ONS: carga no SIN em janeiro deve crescer 1,8%

Em dezembro, expectativa é de recuo de 1,4%

A carga no SIN tem previsão de crescimento de 1,8% em janeiro de 2022, com 73.652 MW med, de acordo com a previsão feita pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico durante a reunião mensal do Programa Mensal da Operação. Para dezembro de 2021, a carga deve recuar 1,4%.

Por subsistema, a previsão é que em janeiro do ano que vem a carga no Sudeste / Centro-Oeste deva manter a estabilidade, com a marca de 42.123 MW med. Em dezembro, espera-se que ocorra queda de 2,5%. No Sul a expectativa é de aumento de 5,5% ou 13.608 MW med. A carga deve encerrar dezembro subindo 1,6%.

No Nordeste, a projeção é que a carga no mês que vem experimente um crescimento de 2% ou 11.999 MW med. Já para dezembro, a projeção é de variação negativa de 2,6% Na região Norte, a previsão para janeiro é que os 5.922 MW med demonstram estimativa de aumento de 5,8% no período. Para dezembro de 2021, a carga deve ter um aumento de 2,1%.

Para fevereiro de 2022, a expectativa é que o SIN tenha um aumento de 2,7%, chegando a 74.951 MW med. No Sudeste/ Centro-Oeste, a carga deve crescer 2%, indo a 43.174 MW med. o segundo mês de 2022 reserva um crescimento de 3,7% para o Sul, com carga de 13.678 MW med. No Nordeste, a carga prevista para fevereiro é de 2,7%, com 12.042 MW med.

Já para 2022, a projeção do ONS é que a carga no SIN cresça 2,7%. Por região, o Sudeste deve ter um aumento de 2,2%, mesmo percentual de variação esperado para o Sul no ano que vem. Na região Nordeste, a carga deve subir em 2022 cerca de 2,9%. No Norte, o aumento esperado é de 6,6%.