Fitch afirma rating ‘AAA(bra)’ a três propostas de debêntures da Energisa

Emissões de R$ 212 milhões das concessões na Paraíba, Sergipe e Sul Sudeste são avaliadas com perspectiva estável

A agência de classificação de risco Fitch Ratings atribuiu o Rating Nacional de Longo Prazo ‘AAA(bra)’ a três propostas de emissão de debêntures do Grupo Energisa, no âmbito das distribuidoras na Paraíba, Sergipe e Sul Sudeste. As transações somarão até R$ 212 milhões e terão garantia da holding, com os recursos sendo destinados a investimentos e gestão ordinária dos negócios.

A Fitch já classifica a empresa e onze de suas subsidiárias, incluindo a EPB, ESE e ESS, com Rating Nacional de Longo Prazo ‘AAA(bra)’ e Perspectiva Estável. O perfil de crédito do grupo beneficia-se de uma diversificada carteira de concessões no setor brasileiro de energia elétrica e de um forte desempenho operacional.

Reajustes tarifários e desempenho do consumo energético favoráveis nas respectivas áreas de concessão devem impulsionar o desempenho das subsidiárias. Em bases consolidadas, o perfil financeiro da companhia é robusto e a equalização dos ratings decorre dos fortes laços legais, operacionais e estratégicos entre as subsidiárias e o controlador.

Segundo a agência, maiores investimentos no segundo semestre trarão alguma pressão para os indicadores. Os índices dívida total/EBITDA e dívida líquida/EBITDA, em bases consolidadas, deverão ser de 4,1 e 3,5 vezes, respectivamente, em 2021, caindo para 3,7 e 3,0 vezes, respectivamente, em 2022. Para o período de 12 meses encerrado em setembro, estes índices foram de 4,0 e 3,1 vezes, abaixo dos patamares de dezembro de 2020, de 4,3 e 3,4 vezes.