Itaipu sediará primeira Conferência Global sobre Água e Energia

Evento na sede da hidrelétrica nasce da parceria entre a binacional e o Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da ONU. Data ainda será confirmada

A hidrelétrica de Itaipu irá sediar a primeira Conferência Global sobre Água e Energia em 2022. O projeto foi anunciado na última quinta-feira, 20 de janeiro, durante a 5ª Reunião do Conselho Consultivo da parceria entre a binacional e o Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da ONU (Undesa). Por conta dos protocolos de enfrentamento da covid e suas variantes, a data do evento ainda está por ser confirmada.

A reunião contou com a participação dos diretores gerais da Itaipu, general João Francisco Ferreira (Brasil) e Manuel María Cáceres Cardozo (Paraguai); dos embaixadores de ambos os países junto à ONU, Ronaldo Costa Filho e Julio César Arriola Ramírez; e representantes das diversas instituições que fazem parte da iniciativa.

A parceria teve início em 2018, a partir de um plano trabalho de quatro anos. Apesar das limitações impostas pela pandemia, diversas metas foram atingidas, como a criação da Rede Global de Soluções Sustentáveis em Água e Energia, que atualmente conta com 29 membros de todos os continentes. Outras citadas por Itaipu foram a plataforma para a disseminação de boas práticas e produção de estudos de caso, relatórios e realização de seminários presenciais e webinars abordando diversos temas ligados a objetivos da ONU.

Em função da pandemia a realização da conferência não foi possível, com as instituições decidindo por estender a parceria em 2022 para a promoção do evento e de outras ações inicialmente previstas. A Conferência Global contará a participação de cerca de 300 pessoas de instituições de todo o mundo que trabalham com água e energia. A programação deverá incluir visitas de campo a projetos desenvolvidos por Itaipu nas margens brasileira e paraguaia.