Urca Energia adquire Gás Verde S.A em negociação de R$ 1,2 bilhão

Compra faz empresa se tornar principal produtora de biometano do país

O Grupo Urca Energia, que oferece soluções nas áreas de geração e comercialização de energia, de biometano e de gás natural, acaba de adquirir a Gás Verde S.A., empresa que produz biometano a partir de resíduos de aterro sanitário, em Seropédica (RJ), além de duas plantas de geração de energia a partir de biogás em Nova Iguaçu e São Gonçalo, todas localizadas na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. O valor total envolvendo aquisição e novos investimentos nas plantas é da ordem de R$ 1,2 bilhão.

Com a aquisição, a empresa se posiciona como a principal produtora de biometano do país. A empresa investirá na expansão da usina de produção de biometano em Seropédica, e na substituição das duas térmicas a biogás por plantas de biometano até 2023, em Nova Iguaçu e São Gonçalo. Juntas, as três usinas vão gerar mais de 400 mil m³ de biometano por dia. Com a produção atual de Seropédica de 120 mil m³ por dia, a empresa já conta com 50% do market share nacional na produção de biometano. A previsão é aumentar essa participação em 2024, com a plena operação das plantas de São Gonçalo e Nova Iguaçu, que será a maior planta de BioGNL do Brasil.

O gás natural renovável produzido hoje pela Gás Verde é comprimido e distribuído para clientes industriais, como a siderúrgica Ternium e Ambev, por exemplo, e para postos de gás natural veicular do Rio de Janeiro.

Planta de biogás (Divulgação)

O diretor executivo do grupo Urca Energia e CEO da Gás Verde, Marcel Jorand, afirma que a aquisição ocorre em um momento estratégico, no qual as empresas se inserem na transição energética e buscam soluções para alcançar suas metas ESG. De acordo com ele, a aquisição da Gás Verde reforça o alinhamento às metas da ONU de redução das emissões de gases de efeito estufa. Para o executivo, a adoção de biocombustíveis é o caminho mais eficiente para uma mudança efetiva no processo produtivo das empresas.

O executivo explica ainda que além do aspecto ambiental, o biometano permite mais previsibilidade no planejamento da indústria, uma vez que a produção é totalmente nacional e os seus preços não estão atrelados a oscilações do câmbio e do preço do petróleo, como acontece com o gás natural. O Grupo Urca está presente no Rio de Janeiro, São Paulo e Mato Grosso, onde estão seus 13 projetos em geração, distribuição e comercialização de energia. Até 2023, a companhia pretende investir R$ 3 bilhões. Em 2022, o grupo deve registrar faturamento consolidado superior aos R$ 500 milhões. A aquisição da Gás Verde contou com a consultoria da Sporos e foi feita com recursos próprios dos acionistas, além de uma linha de financiamento do BTG.