PepsiCo inaugura usina termossolar em MG

Energia térmica será usada no aquecimento de água e vai reduzir o consumo de gás de fábrica

A PepsiCo implantou um projeto inovador em sua operação de snacks em Sete Lagoas (MG): uma usina termossolar que utiliza painéis solares para captação de energia, que será revertida em energia térmica para o aquecimento de água. Por meio da tecnologia, foi possível reduzir o consumo de gás natural em 140 mil m3 na unidade – o que também vai diminuir em quase 280 mil quilos as emissões de gases de efeito estufa. Esse número equivale ao plantio de quase 18 mil árvores.

A usina é feita com painéis solares planos e funciona de forma automática, sem supervisão e sem necessidade de limpeza. Os primeiros resultados mostram que a usina gerou cerca de 3,9 kWh/m²/dia de energia durante os meses de verão, fornecendo água quente a 60-75°C, ou seja, mesmo no clima seco de Sete Lagoas, as metas energéticas foram atingidas. A água aquecida pelo sistema é utilizada em diversos processos da fábrica. Bruno Guerreiro, Gerente de Sustentabilidade da PepsiCo Brasil, lembra que a água aquecida pelo sistema termossolar é usada no cozimento do milho dos snacks. Segundo ele, a diferença é que a água já chega aquecida ao processo, assim se usa menos tempo de chama para chegar à temperatura usada nesta etapa da produção.

Com a nova usina termossolar a PepsiCo avança rumo à meta global de reduzir em 40% as emissões de carbono até 2030 e Net-zero até 2040. Para Guerreiro, a iniciativa torna empresa mais sustentável, premissa que está no centro da forma como fazemos negócio na companhia, buscando continuamente evoluirmos para uma Cadeia de Valor Positiva. Segundo o executivo, a solução é escalável e deverá ser implantada em outras plantas da companhia no Brasil nos próximos anos, com áreas ainda maiores de painéis solares.

A usina termossolar da planta de Sete Lagoas é resultado de uma parceria entre a PepsiCo e a TVP Solar, empresa suíça especializada na tecnologia termossolar com soluções de última geração. A TVP Solar projeta, desenvolve, fábrica e comercializa coletores solares térmicos de alto vácuo e sem espelhos, baseados em uma tecnologia patenteada. A energia termossolar é livre de carbono e uma alternativa mais barata do que a gerada por combustíveis líquidos. Piero Abbate, CEO da TVP Solar, destacou que a parceria com a PepsiCo é emblemática para a empresa, porque evidencia a importância da energia termossolar para a indústria de alimentos e bebidas.