Enel Trading e Michelin formam parceria para compensar emissões de Co2

Atualmente a Enel negocia no Brasil certificados de fontes eólica, solar e hidro

A Enel Trading, comercializadora de energia da Enel Brasil, firmou acordo com a Michelin para a venda de certificados internacionais de energia renovável (I-REC). A parceria tem por objetivo a comprovação de entrega de energia elétrica 100% renovável para a Michelin, de forma que ela compense as emissões de CO2 na energia consumida.

Os I-RECs, emitidos no Brasil pelo Instituto Totum, são oriundos da usina hidrelétrica Cachoeira Dourada, empreendimento com 658 MW entre Minas Gerais e Goiás e operado pela Enel Green Power (EGP) Brasil. Os I-RECs são certificados que comprovam que a energia produzida e consumida é de origem renovável, incentivando a implantação de usinas de energia limpa. Cada I-REC equivale a 1 MWh de energia elétrica gerada através de fontes renováveis, neutralizando, assim, as emissões de CO2 do consumo de eletricidade.

A Enel informou que a comercialização de I-REC está em linha com sua estratégia global de liderar a transição energética rumo à descarbonização da sociedade. Só em 2021, a Enel Trading viabilizou a venda de mais de 6 milhões de certificados, um resultado quase 400% maior comparado com o de 2020. Atualmente, a Enel negocia no Brasil certificados de fontes eólica, solar e hidro, gerados a partir das usinas da Enel Green Power, braço de geração limpa do grupo Enel.