Nordex tem prejuízo de 230 mi de euros em 2021

Companhia instalou 1.619 aerogeradores em 22 países, aumento de 5,6% na comparação com 2020

A Nordex encerrou o ano de 2021 com prejuízo de 230,2 milhões de euros. Esse resultado é pior que o reportado um ano antes quando as perdas somaram pouco menos de 130 milhões de euros. Essa performance foi negativamente impactada pelos altos custos de matérias-primas e transporte em particular, enquanto o ano anterior foi positivamente impactada pela venda do negócio europeu de desenvolvimento de projetos.

O resultado ebitda recuou 43,9% e encerrou o período em 52,7 milhões de euros, levando a margem de 2% para 1%. Um nível que a companhia considera como esperado, queda que foi influenciada pelos mesmos itens que afetaram o prejuízo.

No sentido contrário, as vendas aumentaram 17,1%, para 5,4 bilhões de euros. O volume de pedidos de equipamentos terminou o ano com 6,1 bilhões de euros na carteira e em projetos esse valor está em pouco mais de 3 bilhões de euros, aumentos de 20,3% e de 7,7%, respectivamente.

Apesar dos números em termos de resultados, a empresa ressaltou que “manteve com sucesso sua trajetória de crescimento em 2021, apesar das pressões inflacionárias e interrupções significativas das cadeias de suprimentos globais após a pandemia de COVID-19”. A empresa reportou aumento na produção para mais de 6 GW e aumentou as instalações em 20%.

A liquidez do grupo aumentou para 784,4 milhões de euros no final de 2021, resultado de várias medidas de financiamento, incluindo um aumento de capital de 586,1 milhões de euros. Assim a empresa conseguiu atingir uma posição líquida de caixa de 423,7 milhões de euros ante a dívida de 40,9 milhões de euros de um ano antes.

Em termos operacionais, a companhia instalou 1.619 aerogeradores em 22 países, aumento de 5,6% na comparação com 2020. Já a potência total de 6,7 GW é 21,8% mais elevada. Na produção de turbinas, fabricou um total de 1.480 turbinas com uma potência total de 6,7 GW ante as 1.488 turbinas com 5,8 GW de 2020.

2022
O Grupo Nordex espera que as vendas consolidadas atinjam 5,4 a 6 bilhões de euros neste ano, com vendas distribuídas de forma relativamente uniforme ao longo dos meses. Já a margem Ebitda deverá estar em uma faixa de 1 a 3,5%. O Conselho de Administração espera que o ambiente de mercado continue desafiador e que os custos permaneçam sob pressão, principalmente como resultado da guerra na Ucrânia.