Matriz elétrica tem expansão de 200 MW em abril

Usinas eólicas e solares equivalem a 75% dos 1.551 MW liberados para operação comercial em 2022

A expansão na matriz elétrica foi de quase 200 MW em abril, informou a Aneel. Foram liberados 199,9 MW para operação comercial. O quantitativo obtido neste ano, de 1.551 MW, equivale a 20,3% do incremento na matriz energética previsto para este ano, de 7.625,08 MW. O acréscimo verificado em abril foi de 127,69 MW em usinas solares fotovoltaicas, 58,8 MW em usinas eólicas e 13,44 MW em usinas termelétricas.

Doze estados de quatro regiões brasileiras expandiram sua oferta de geração, mas os destaques ficaram com os estados da Bahia, com 427 MW; o Rio Grande do Norte, com 365,35 MW; e o Paraná, com 189,40 MW.

Segundo a Aneel, até o dia 2 de maio, a potência total instalada em operação no Brasil era de 182.974,2 MW de acordo com dados do Sistema de Informações de Geração, o SIGA, atualizado diariamente com dados de usinas em operação e de empreendimentos outorgados em fase de construção. Desse total em operação, 83% das usinas são impulsionadas por fontes consideradas sustentáveis, com baixa emissão de gases do efeito estufa. Mais dados sobre a geração de energia elétrica no Brasil também podem ser encontrados na área de Fiscalização da Geração dentro do sítio de Dados Abertos da Aneel.

(Divulgação: Aneel)